Cuidando de Todos | Cuidando do seu Coração

DESAFIO:
Como podemos desenvolver um modelo replicável e sustentável para a melhoria do rastreamento, diagnóstico, tratamento e controle das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) na cidade de São Paulo?
SOLUÇÃO:
A Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo (SMS/ SP) lançou o programa Cuidando de Todos que, por meio de ações para melhorias de prevenção, conscientização, rastreamento, controle, tratamento e adesão das pessoas com Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) às estratégias de saúde na Atenção Básica, busca assegurar redução nas taxas de complicações e mortes associadas à essas doenças.

Liderada pela área técnica de DCNT da Atenção Primária à Saúde do município, a iniciativa Cuidando de Todos conta com o apoio da iniciativa internacional de fortalecimento de sistemas de saúde Better Hearts Better Cities, criada pela Fundação Novartis que, no Brasil, ganhou o nome de Cuidando do seu Coração, tendo a Agência Tellus como parceiro técnico e implementador da iniciativa localmente.

Assim, os bairros de Itaquera e da Penha, na Zona Leste e Sudeste de São Paulo, foram selecionados para que o Cuidando de Todos fosse acelerado pela iniciativa Cuidando do seu Coração, cuja ação é identificada como Cuidando de Todos l Cuidando do seu Coração. Nos dois territórios, as soluções inovadoras, respaldadas pelo Protocolo Cuidando de Todos, são implementadas e testadas em modelos pilotos e, uma vez aprovados, são passíveis de serem escaláveis sempre que fizer sentido.

PRINCIPAIS SOLUÇÕES

COCRIADAS E IMPLEMENTADAS

Protocolo Cuidando de Todos: Apoio à implementação da diretriz que orienta e aprimora os cuidados com as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) para o município de São Paulo.

Cantinho Cuidando de Todos: Espaço atrativo, ambientado e equipado com sinalizações, equipamentos e informes sobre DCNT. Incentiva o autocuidado dentro da Unidade Básica de Saúde.

Embaixadores do Coração: Pessoas capacitadas para atuar em atividades de prevenção, promoção de saúde e fortalecimento de ações de rastreamento e encaminhamento da população com DCNT às UBS.

Campanhas: Estratégias de comunicação da rede de Atenção Básica para conscientização sobre DCNT e estímulo ao autocuidado.

Cartão PAP – Plano de Autocuidado Pactuado: Ferramenta de registro e acompanhamento dos pacientes com hipertensão e instrumento para a pactuação de medidas de autocuidado entre o usuário e a equipe de saúde.

Jogo Agentes do Coração: Modelo de capacitação lúdica com foco em ampliar os conhecimentos dos Agentes Comunitários de Saúde sobre as DCNT.

Capacitação de Gerentes de UBS: Curso com foco na gestão do cuidado com base em dados e evidências, na eficiência e no empoderamento do papel gerencial.

Fórum de Gerentes + Trilha Cuidando de Todos: Estratégia de formação continuada e de impulso à implementação, monitoramento e avaliação dos processos de cuidado, que promove conteúdos e práticas de gestão e liderança, criação de rede e troca de experiências entre gestores das UBS, por meio de um método de implementação de protocolos em cenários complexos, denominado “Trilha”.

Programa de Capacitações EAD + Estratégia de Replicadores: Conjunto de capacitações – testadas de forma presencial e transformadas em conteúdos digitais – que trabalham competências técnicas e relacionais. Foram desenvolvidas para profissionais que atuam na Atenção Básica, com foco no aprimoramento dos cuidados aos usuários crônicos. Acompanha o Programa de EAD a Estratégia de Replicadores, voltada à formação de representantes das STS, CRS, OS e Escola Municipal da Saúde, preparando-os para coordenar a implementação dos cursos e promover os conteúdos em suas localidades.

CEU Amigo do Coração: Formação de lideranças estudantis e de profissionais da educação para a criação de atividades focadas no enfrentamento das DCNT e seus fatores de risco com vínculo com a UBS de referência dos Centros Educacionais Unificados (CEU), fortalecendo o Programa Saúde na Escola (PSE).

Chatbot: Telemonitoramento de pacientes crônicos à distância, visando acolhimento, aproximação e manutenção do vínculo dessas pessoas com as equipes de saúde, acelerada pelo contexto de isolamento social imposto pela pandemia da COVID-19.

LINHA DO TEMPO E EXPANSÃO

Em 2018, a SMS/ SP decidiu pela Supervisão Técnica de Saúde de Itaquera (STS-Itaquera) para a fase piloto da iniciativa, contemplando seis Unidades Básicas de Saúde, dentre as 24 do território. Esta escolha pelo bairro de Itaquera abrange mais de 500 mil habitantes imersos em heterogeneidades e desigualdades, entre outras características, que expressam em grande medida a pluralidade e a diversidade da capital paulista.

Em janeiro de 2019, a iniciativa foi ampliada para 18 novas UBS, contemplando todas 24 UBS da Supervisão Técnica de Saúde de Itaquera.

Com a publicação, no segundo semestre de 2019, do Protocolo “Cuidando de Todos: Doenças Crônicas Não Transmissíveis na Atenção Primária à Saúde do Município de São Paulo”, diretriz clínica e de linha de cuidado às DCNT em vigor no Município de São Paulo, houve ampliação do escopo para outras Doenças Crônicas Não Transmissíveis além da Hipertensão Arterial.

No ano seguinte, em 2020, a SMS/ SP decide pela expansão da iniciativa para a Supervisão Técnica de Saúde da Penha (STS- Penha), composta por 21 UBS de diferentes modalidades e gestão. O território possui mais de 470 mil habitantes, complexidades e diversidades da região leste da cidade.

Em 2021, 71 UBS da cidade contam a solução Cantinho Cuidando de Todos e outras específicas são replicadas com capilaridade em todos os territórios do município, ou seja, nas 27 Supervisões Técnicas de Saúde (STS) das seis Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS) de São Paulo.

AÇÃO INTERSETORIAL

Em paralelo às soluções da iniciativa, houve um processo de ampliação de soluções específicas que tangenciam a rede de Atenção Básica e transbordam para outros departamentos, secretarias e serviços públicos. Este é o caso da solução CEU Amigo do Coração, iniciativa que forma lideranças estudantis e profissionais da educação para a criação de atividades focadas no enfrentamento às DCNT, visando fortalecer o Programa Saúde na Escola (PSE) nos objetivos relacionados a essas doenças em parceria com os Centros Educacionais Unificados (CEU) e suas unidades de ensino, envolvendo as respectivas Diretorias Regionais de Ensino da Secretaria Municipal da Educação (SME).

RESULTADOS 2018 – 2020

VÍDEO TURNING THE TIDE

Conheça mais sobre o projeto acessando o site clicando na imagem abaixo