Criado em 2014, o Projeto Faz Sentido, desenvolvido pelo Instituto Inspirare e Instituto Unibanco em parceria com a Agência Tellus, é uma plataforma construída de forma colaborativa que oferece uma metodologia e ferramentas de suporte em formato de trilha para redes de ensino, escolas e professores que desejam encontrar novas soluções para fortalecer o engajamento e o desenvolvimento integral de seus alunos.

Através de um ambiente virtual, orientações e conteúdos educacionais são disponibilizadas aos profissionais de ensino para promover mudanças estratégicas na Educação que façam com que a escola tenha mais sentido para os estudantes brasileiros.

Mentoria à Distância

Lançada recentemente, a Mentoria Online nasce como mais uma ferramenta disponível na plataforma, detalhando em vídeos de 2 a 3 minutos o passo a passo para a implementação da trilha Faz Sentido.

Além do material audiovisual, o usuário encontrará o descritivo de cada uma das etapas em formato de texto; ferramentas que auxiliam a sistematização das produções realizadas (seja uma escuta ou uma oficina de cocriação); e também infográficos que resumem de maneira bem didática os passos mais importantes da trilha.

Vale ainda ressaltar que as gravações foram realizadas em ambientes educativos, como o Instituto SuperAÇÃO, parceiro do projeto em Itanhandu/MG, e as escolas Costa Manso (estadual) e Oswaldo Aranha (municipal), em São Paulo, proporcionando uma aproximação à realidade das escolas, redes e professores que buscam a plataforma.

A produção desse conteúdo foi viabilizada a partir de uma parceria com a Associação Congregação de Santa Catarina, uma entidade filantrópica na área de saúde, assistência social e educação que buscou o Faz Sentido no ano passado com o objetivo principal de repensar as práticas pedagógicas da instituição junto com toda a comunidade escolar. A definição da temática de Práticas Pedagógicas tem muito a ver com o desejo de garantir que as transformações cheguem na sala de aula e impactem diretamente o aluno, dando a ele voz ativa ao longo de todo o processo.

Estudantes, professores, coordenadores, pais e funcionários das sete escolas da rede se envolveram no processo, que contou com rodas de conversa, devolutivas e oficinas de cocriação; além de 3 formações presenciais com a equipe Tellus envolvendo representantes das instituições de educação, responsáveis por aplicar a metodologia em seus territórios. Foram momentos de aprendizagem, trocas e experimentações relacionadas às diferentes etapas das trilhas do Faz Sentido.

A trilha Faz Sentido

A plataforma disponibiliza estudos, recomendações, práticas e uma metodologia que apoia professores, escolas e redes a solucionarem problemas ou promoverem mudanças/inovações. A trilha, bastante customizável para diferentes realidades, compreende quatro etapas, além da preparação. Na primeira, realiza a escuta dos estudantes e toda a comunidade escolar, com o objetivo de identificar e priorizar seus principais desafios. Na segunda, organiza oficinas de cocriação para elaboração de soluções de maneira conjunta e colaborativa. A terceira e quarta envolvem o desenvolvimento e a implementação das soluções criadas.

Saiba mais sobre a Trilha Faz Sentido para fortalecer o engajamento e o desenvolvimento integral de estudantes: www.fazsentido.org.br