educacao-infantil-pique

Uma primeira infância – dos 0 aos 6 anos – com cuidados, estímulos, afetos e experiências abre o caminho para que bebês e crianças alcancem o melhor do seu potencial na vida adulta. As evidências apresentadas por cientistas e educadores nas últimas décadas têm impulsionado a formulação de políticas públicas e o surgimento de iniciativas com foco no período, que vai do nascimento até os 6 anos, como estratégia para lançar as bases de uma sociedade com menor desigualdade de oportunidades e um futuro mais sólido. Dessa forma, investir na qualidade da Educação Infantil torna-se parte fundamental de uma mobilização conjunta de governos e sociedade para impactar positivamente o desenvolvimento e o potencial de aprendizagem de mais pessoas.

Não apenas para pavimentar o percurso da Educação Básica para as fases seguintes, mas também para garantir o desenvolvimento pleno de bebês e crianças em todo o seu capital humano. Foi pensando nisto que surgiu o programa Primeira Infância com Qualidade na Educação (PIQUE), uma iniciativa do Instituto Cyrela em parceria com a Agência Tellus, que tem como objetivo criar uma estratégia para que o setor privado e o terceiro setor possam apoiar a Educação Infantil.

O PIQUE baseou-se nas seguintes premissas:

– Atuação na Educação Infantil de 0 a 3 anos na rede municipal de São Paulo;

– Possibilidade de implementação em parceria com iniciativas já atuantes;

– Soluções precisam considerar replicabilidade, sustentabilidade e impacto;

– “Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos”;

– ONU, Meta 4 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Ao longo de quatro meses intensivos, a equipe do projeto aprofundou o entendimento do cenário da Educação Infantil em São Paulo, olhou para as melhores práticas nacionais e internacionais na área, ouviu e trabalhou junto a especialistas em educação, profissionais e usuários da rede municipal de creches. Inclusive as crianças!

Após sistematizações, os pilares levantados foram: redes de creches, experiências de aprendizagem, colaboração na creche e gestão da creche. Dessa forma, esses pilares serão trabalhados com todos os CEIs que participem do programa, ainda que suas realidades e necessidades específicas sejam sempre consideradas.

O PIQUE surge para somar esforços. Uma vez que acreditamos que atuar por meio de parcerias entre escolas, organizações da sociedade civil e iniciativa privada possa formar uma grande rede de aliados na busca pela qualidade da educação infantil em São Paulo.

Esta foi apenas a primeira fase desse projeto, que já iniciou sua versão 2.0. O desafio agora será prototipar as soluções propostas na Fase 1. Para a líder do projeto, Leila Santiago, o olhar para a Primeira Infância está se fortalecendo no Brasil e a gestão pública têm lançado documentos importantes para balizar a qualidade da Educação Infantil, como o Currículo da Cidade de São Paulo que acabou de ser lançado. “Nesse cenário, o papel do PIQUE é complementar esses esforços e ajudar a gestão do CEI a tirar do papel projetos transformadores e sustentáveis que garantam a qualidade do atendimento às crianças e famílias”, explica.